• +351935178673
  • solucoesdigmarketing@gmail.com

Arquivo anual2018

Conheça As Vantagens Do Pixel do Facebook

O Pixel do Facebook, não é mais do que um código criado pelo próprio Facebook que vai permitir acompanhar com precisão as conversões baseadas num anuncio publicado na tua plataforma.

Vai permitir algo que é uma das maiores vantagens do Marketing Online:
– uma monitorização precisa da taxa de conversão de cada anúncio.

Este Pixel é de extrema importância no acompanhamento de conversões no Facebook, não só em anúncios que se destinem à conversão de vendas mas também captação de Leads ou qualquer outra acção com a finalidade de conversão bem definida.

Os Anúncios no Facebook são uma das melhores formas de promoveres o teu negócio, basicamente uma óptima ferramenta para o teu Marketing.

Hoje através do Facebook consegues criar filtros para que o teu trabalho seja visto e apreciado pelas pessoas certas, aquelas que procuram o que tens para oferecer.

O que não consegues é saber quais os anúncios que funcionam melhor para o teu negócio, se não tiveres o Pixel do Facebook Instalado.

MAS AFINAL O QUE É O PIXEL DO FACEBOOK?

Muito mais simples do que possa parecer

Trata-se de um pequeno código que vais instalar no teu Site ou Blog apenas uma vez, e que te vai permitir coisas muito fixes:
1 – Alcançar as pessoas certas.
2 – Aumentar o número de vendas
3 – Mostrar anúncios às pessoas que visitaram o teu site (Retargeting)
4 – Medir o Resultado dos teus anúncios.

Bom, mas vamos ao que interessa e comecemos por criar o Pixel.

Se estás a ler isto, deduzo que já tenhas uma página criada e provavelmente uma conta de anúncios.

Entra na conta de anuncio aqui: facebook.com/ads/manage.

– Clicas no canto superior esquerdo onde aparece GESTOR DE ANÚNCIOS e depois em “PIXEIS”.
– De seguida Clicas no Botão Verde “CRIAR PIXEL”. (Nota: se não aparecer botão verde é porque já tens pixel criado)
– De seguida terás de atribuir um nome ao Pixel. (Tenta ser criativo)
– Depois vais ver uma janela abrir, cheia de códigos, clicas em cima para copiar e guarda num documento no teu
computador.

O PASSO SEGUINTE É COLOCAR ESTE CÒDIGO NO TEU SITE OU BLOG.

Se trabalhas com wordpress sabes que uma entre as muitas coisas boas destes sites, são os nossos amigos PLUGINS.

– Começas por instalar e activar no teu Site o Plugin “Insert Headers and Footers”.
– Depois de activado, vais a “Opções ” e de seguida clicas em “Header Footer Settings”.
– Copias e colas o código do Pixel do Facebook previamente guardado, no espaço, “SCRIPTS IN HEADER”.
– Finalizas com “SAVE” e … O TEU PIXEL FACEBOOK ESTÁ INSTALADO.

Para testares se o Pixel está correctamente instalado, Adicionas a extensão ” Chrome Pixel Helper ” no teu Browser (Tens De Estar a Usar o Chrome)

Por Fim Visita o Site.

Agora que já criaste o Pixel do Facebook e já o instalaste no teu Site ou Blog, vamos avançar mais um pouco e aprender a fazer Conversões Personalizadas.

Na prática uma Conversão Personalizada vai-te dar dados sobre as pessoas que interagiram com os teus anúncios no Facebook.

OS 5 PASSOS a SEGUIR PARA UMA CONVERSÃO PERSONALIZADA.

1- Vais ao Gestor de Anúncios, clicas no campo superior esquerdo, nos 3 tracinhos e em seguida em Pixeis.

2 – Depois aparece em cima ao centro “CONVERSÕES PERSONALIZADAS”. É aí que clicas.

3 – Aí vais inserir a URL de uma página do teu site que seja a Página de Conversão. (Normalmente é a URL da página
de agradecimento ou então se não tiveres página de agradecimento deves colocar a URL da página de captura.
Dás um nome à tua conversão e de seguida escolhes a categoria que normalmente é LEAD ou COMPRA.
(Nota: Se não tens página de agradecimento deves criá-la porque te vai dar muitas vantagens.)

4 – Só se estiveres a acompanhar compras, vai ser útil definires um valor para a conversão. Não sendo assim não precisas de definir qualquer valor.

5 – Clicas no Botão CRIAR e…Sorri porque está tudo Feito.

Para qualquer negócio ou pelo menos para a maioria dos negócios, o PIXEL do Facebook e as CONVERSÕES PERSONALIZADAS, são ferramentas fantásticas que te vão ajudar a fazer a leitura das tuas visitas e dos teus anúncios de uma forma profissional.

JÁ VISTE O QUE JÁ APRENDESTE?

1 – A Criar o Teu Pixel Facebook no Gestor de Anúncios,
2 – A Instalá-lo no WordPress
3 – A Criar conversões personalizadas para sempre que tiveres uma nova oferta para as pessoas (Ebook, Webinar, etc) ou um produto para venda.

Agora Vamos Aproveitar As Potencialidades Das Conversões Personalizadas com o Pixel do Facebook.

Já Imaginaste as Vantagens de poderes facilmente saber Quantas pessoas clicaram para ir ver (por exemplo) um artigo teu, quantas dessas pessoas passaram do artigo para a página de vendas e depois até ver quantas compraram um produto como resultado do teu anúncio!!!

Muito Fixe não?

Fazias um anúncio para um artigo do Blog e no final do artigo fazias um pequena apresentação (Pitch) relacionada com um produto em promoção como exemplo, direccionado para a Página de Vendas.

No exemplo acima, irias criar uma Conversão Personalizada conforme explicado anteriormente, depois entravas em “Escolhe Uma Categoria” e a seguir Ver Conteúdos.

Se ficasses por aqui irias ter a informação de quantas pessoas foram ao teu Blog e quantas entraram na página de vendas, mas, poderias criar outras Conversões Personalizadas que te dariam informação mais detalhada, de quantas fizeram compras, quantas adicionaram ao Carrinho, etc., etc.

Quantas mais Conversões Personalizadas adiciones mais ciente vais ficar sobre os diferentes passos dentro do teu Funil, e daquelas pessoas que estão a avançar de um passo para outro. Nota que o Facebook permite até 40 Conversões Personalizadas por Conta.

No Sentido de dar informações de valor vamos continuar a escrever artigos para quem acredita que o Mundo da Internet e o Marketing Digital não só é o Futuro como também já é (e em força) o presente.

Aconselho-te a aderir ao nosso Grupo Fechado “CMD – Consultores de Marketing Digital”.

Ao fazê-lo para além das diversas vantagens ao nível informativo e não só, irás ter acesso a uma oferta bastante interessante!

Para aderires ao grupo clica no link abaixo.
https://www.facebook.com/groups/Consultoresdigmarketing/

Até Breve

Maria de Lurdes e António Lima

Consultores de Marketing Digital

A Revolução Nas Técnicas de Vendas

Quando digo que houve uma Revolução nas Técnicas de Vendas, é porque a Evolução foi tão marcante que a forma como hoje é encarado o significado de ser um bom vendedor, nada tem a ver com o que acontecia num passado relativamente recente.

No passado acreditava-se que se estudasses bem a “Cartilha” e seguisses passo a passo o que lá dizia, atingirias os teus objectivos.

Estás a ver uma receita de um bolo que é passada de mãe para filha, para neta, para bisneta e permite a todos conquistar o mesmo resultado?

Era mais ou menos assim. As palavras certas, a abordagem correcta e uma publicidade perfeita e o sucesso seria garantido.

Hoje Existe Liberdade de Vender, eis porque considero que houve uma Revolução nas Técnicas de Vendas.

Hoje Existe Liberdade de Vender, eis porque considero que houve uma Revolução nas Técnicas de Vendas.

Estará certamente na memória de muitos de nós, daqueles que são do tempo do mundo analógico, a forma como o vendedor porta a porta de enciclopédias executava o seu trabalho:

Estendiam um enorme folheto em cima da mesa da sala de jantar do cliente com a imagem dos 10 ou 20 volumes que compunham a enciclopédia, enchiam os pulmões de ar e durante uns 5 a 7 minutos “despejavam” para cima de nós, uma lengalenga na tentativa de demonstrar que o seu produto significava entre outras coisas ter acesso a um conjunto de informações diversas e grandes possibilidades de gerar conhecimento.

Hoje as coisas não funcionam assim.

Primeiro porque um vendedor não é um Robot e deve desenvolver as suas próprias habilidades.
Depois e apesar de obviamente existirem técnicas, elas podem e devem ser moldadas para cada segmento ou corporação.

ARTIGO RELACIONADO: O QUE SÃO HOJE TÉCNICAS DE VENDAS?

Hoje Existe Liberdade de Vender, eis porque considero que houve uma Revolução nas Técnicas de Vendas.

E porque não somos Robots, foge das vendas robóticas e agressivas ao bom estilo de alguns Telemarketings.

Não há nada pior de quando se está a falar com um vendedor e notámos que ele não nos está a ouvir. Significa que não está preocupado com as nossas necessidades.

O Cliente é o centro de tudo, logo, precisa de sentir que está a ser ouvido.

Técnicas de Vendas Tradicionais ou Técnicas de Vendas Virtuais?

É Óbvio que existem diferenças substanciais entre as vendas Tradicionais e as vendas Virtuais.

Assim sendo o método estará em conformidade com o tipo de empresa.

Empresa unicamente Física – Técnicas de vendas tradicionais.
Empresa unicamente Virtual – Técnicas de vendas online.

Se for um empresa que já utiliza as duas vertentes então será útil utilizar os dois métodos.

Enquanto que nas vendas online o fundamental é dominar as técnicas de comunicação uma vez que não existindo parte física não há a oportunidade fazer demonstrações, nas vendas tradicionais não menosprezando a comunicação o cliente tem o produto e pode anaizá-lo ao vivo o que facilita a vida do vendedor.

No Mundo Virtual o vendedor tem de ter uma comunicação forte no sentido de cativar e entusiasmar o público e tem também de conhecer as técnicas de SEO, o Marketing Digital e diversas outras para singrar neste método de Vendas.

No Sentido de dar informações de valor vamos continuar a escrever artigos para quem acredita que o mundo da Internet e o Marketing Digital não só é o Futuro como também já é (e em força) o presente.

Aconselho-te a aderir ao nosso Grupo Fechado “CMD – Consultores de Marketing Digital”.

Ao fazê-lo para além das diversas vantagens ao nível informativo e não só, irás ter acesso a uma oferta bastante interessante!

Para aderires ao grupo clica no link abaixo.
https://www.facebook.com/groups/Consultoresdigmarketing/

Até Breve

Maria de Lurdes e António Lima

Consultores de Marketing Digital

O Que São Hoje Técnicas De Vendas?

Aposto que gostarias de entender tudo sobre Técnicas de Vendas com a finalidade de te tornares uma referência no teu segmento e assim aumentares as tuas vendas!

Então tens de entender que aquela crença de que basta falar bem para se ser um bom vendedor, não tem nada a ver com a realidade de hoje das Técnicas de Vendas.

Houve tempos em que era assim e por isso mesmo para muitas pessoas as Técnicas de Venda estão conotadas com a essa ideia que se aprende como falar correctamente com o cliente e assim se aumentam as vendas.

Hoje o Significado de Técnicas de Vendas é muito mais amplo.

ARTIGO RELACIONADO:  OS NEGÓCIOS E O MARKETING DIGITAL!

Só para teres uma ideia, a tecnologia e mesmo até as questões científicas, psicológicas e comportamentais, procuram as melhores técnicas de venda!

E tudo isto porque o cenário hoje, pouco ou nada tem a ver com a realidade de outrora.

Hoje temos um mundo digital em rápido crescimento, Redes Sociais, Marketing Digital, email marketing, benchmarking, inbound, etc.

ARTIGO RELACIONADO: PLATAFORMAS WORDPRESS E O MARKETING DIGITAL!

Daí a necessidade de aprenderes tudo o que puderes porque o momento é agora!

E isto serve sejas tu vendedor, empreendedor digital, gestor ou até mesmo cliente.

Hoje, as actuais técnicas de venda vão encontrar o cliente, mesmo antes de ele se dar conta do desejo pelo produto ou serviço oferecido.

E não é por acaso que digo que as técnicas de vendas actuais têm pouco em comum com aquilo que eram há uns anos atrás.

Se eu te disser que por exemplo um advogado é um vendedor estás de acordo?

Provavelmente não.

Mas certamente concordarás que um advogado é alguém que vende a própria imagem como advogado responsável e um profissional em que os seus clientes podem confiar.

Certamente ficou mais claro, e dá força à teoria que todos são vendedores.

De uma forma genérica pode dizer-se que Técnicas De Vendas actuais são o resultado de estudos bem elaborados e testados, baseados nas reações dos consumidores e que visam potenciar a capacidade de persuação daquele que vende.

Na prática é aumentar naturalmente as vendas ou conversões sem usar o produto como elemento central.

Como exemplo a Johnson & Johnson, empresa especializada em produtos infantis, na sua publicidade o foco nunca é o produto em si.

Estão focados em vender sensações como seja a felicidade e o bem estar das crianças e das famílias que consomem estes produtos.

Vê este video publicitário de 59 segundos 

Empresas que atingem este nível nas técnicas de vendas, integrando bons sentimentos, inclusão, e sensações de bem estar só podem ser empresas de sucesso.

Outro exemplo é a Ferrari, a famosa marca de carros desportivos!

Se te perguntar o que é que a Ferrari vende, dirás de imediato…Carros.

ERRADO.

O que esta famosa marca vende são sonhos. Vende a ideia de que serás bem sucedido se adquirires um dos seus modelos.

Interessante porque a maioria das técnicas de venda hoje mexem com o subconsciente dos potenciais clientes , não com a intenção de enganar as pessoas mas porque sabem fazer despertar ou até potencializar algo que já está sempre connosco:

– Os Sentimentos e as Emoções.

Cada público é um universo único e o objectivo do vendedor é entrar nesse universo e divulgar o produto ou serviço que pretende vender.

Algo suficientemente complexo sem dúvida.

Temos de pensar e encontrar as chaves que abrirão as portas uma após outra até ter-mos acesso a eles.

É este processo até chegar ao público interessado naquilo que tens para vender que te vai tornar num vendedor excepcional e não o momento em que o cliente adquire o que pretende e vai-se embora!

É como quem sobe uma montanha.

Chegar ao cume é muito bom mas melhor que chegar ao cume foi todo o processo de dificuldades e desafios que tiveste de superar até lá chegar.

A Ideia do cliente pedir e o vendedor vender e o cliente sair não é hoje a forma correcta de se vender.

O que resulta hoje é o Marketing de Relacionamento que faz com que o cliente se aproxime da tua marca, gosta e faz uma boa publicidade junto de amigos e conhecidos e volta sempre que precisa.

Curso “O Segredo e o Marketing de Atração”.

O Segredo e o Marketing de Atração.

O Segredo e o Marketing de Atração.

Trata o cliente como alguém especial que é, porque todos nós gostámos de nos sentir especiais.

O feedback vai ser fantástico.

Para isso tens de conhecer a fundo o produto ou serviço que estás a vender.

É importante sentir confiança total quando estás perante um cliente, logo a forma como colocas cá para fora esse conhecimento mostrando segurança é de extrema importância.

Nunca te esqueças também da forma como te comportas e te movimentas porque a linguagem corporal também vende.

Importante também é o pós-venda.

Não faças como muitos erradamente fazem tipo “já vendi agora quando tiver um tempo falo com ele”.

O Pós-Venda vai fazer retomar o diálogo com o cliente, possibilitando informar sobre novos produtos e serviços e eventualmente efectuar novas vendas.

Técnicas de vendas eficazes dá origem a clientes satisfeitos e naturalmente mais vendas.

A Satisfação do Cliente origina mais vendas.

A satisfação do cliente tem de ser um dos principais objectivos da empresa fornecedora.

Com técnicas de venda bem trabalhadas e colocadas em prática com sabedoria a satisfação do cliente será uma realidade.

No Sentido de dar informações de valor vamos continuar a escrever artigos para quem acredita que o mundo da Internet e o Marketing Digital não só é o Futuro como também já é (e em força) o presente.

Aconselho-te a aderir ao nosso Grupo Fechado “CMD – Consultores de Marketing Digital”.

Ao fazê-lo para além das diversas vantagens ao nível informativo e não só, irás ter acesso a uma oferta bastante interessante!

Para aderires ao grupo clica no link abaixo.
https://www.facebook.com/groups/Consultoresdigmarketing/

Até Breve

Maria de Lurdes e António Lima

Consultores de Marketing Digital

Como Promover Um Negócio Tradicional!

EXISTEM FORMAS SIMPLES PARA PROMOVER O TEU NEGÓCIO TRADICIONAL, NO MUNDO DIGITAL.

O Marketing Digital pode ser um forte contributo para a promoção do teu Negócio Tradicional (Loja Física), sejam restaurantes, cabeleireiros, papelarias etc.

Listar o teu Negócio Tradicional em directórios locais online, para quando alguém procurar por exemplo “Cabeleireiros” nos motores de pesquisa, possam encontrar o teu salão de Cabeleireiro.

Os motores de pesquisa, principalmente o Google dão prioridade aos Directórios Locais.

Website dá a conhecer os negócios tradicionais.

Website é uma boa forma de divulgar e promover os Negócios Tradicionais.

Podes criar também um Website para partilhar informações sobre o negócio tradicional, tipo

– Localização

– Serviços Oferecidos

– Horário

– Produtos

É muito importante divulgar um Negócio Tradicional nas redes sociais, pois vai chegar a todo mundo.

A divulgação do teu Negócio Tradicional nas Redes Sociais é fundamental para o seu sucesso.

Configurar páginas nas Redes Sociais, é uma ótima ideia.

Publicar Fotos e criações no Facebook, Google+ e Twiter, fazendo por exemplo campanha de ofertas especiais, é uma boa forma de te ligares aos clientes.

Pode também adicionar novas funcionalidades ao Site por exemplo:

– Como fazer marcações online

– Criar uma secção de comentários onde as pessoas possam dar a sua opinião elogiosa

– Criar uma loja de comércio electrónico para vender online produtos relacionados com a tua actividade.

Importante é estar atento à evolução usando as diversas ferramentas de análise que existem actualmente muitas delas gratuítas.

Assim vais vendo o que está a funcionar bem e aquilo que podes melhorar, no teu Negócio Tradicional.

Antes de mergulhar no Mundo Digital, deves ter objectivos claros e priorizar as diferentes oportunidades online.

Espero que estas informações tenham sido proveitosas para ti.

Acredita que o Marketing Digital e o mundo da Internet não só é o Futuro como também já é (e em força) o presente.

Aconselho-te a aderir ao nosso Grupo Fechado “CMD – Consultores de Marketing Digital”.

Ao fazê-lo para além das diversas vantagens ao nível informativo e não só, irás ter acesso a uma oferta bastante interessante!

Para aderires ao grupo clica no link abaixo.
https://www.facebook.com/groups/Consultoresdigmarketing/

Até Breve

Milú e António

Consultores de Marketing Digital

As Vantagens do Marketing Multinível!

Existem diferenças entre o Marketing Multinível e Marketing Directo ou vendas directas?

Tem algumas diferenças entre o Marketing Multinível e Marketing Directo, apesar de serem cada vez menos.

Enquanto que nas vendas directas a comercialização dos bens de consumo e serviços bem como o recrutamento de novos vendedores é feito tradicionalmente porta a porta.

No Marketing Multinível podendo também ser feito porta a porta, é no entanto feito essencialmente via Internet de uma forma online, nas mídias sociais e através de outros sistemas virtuais.

ARTIGO RELACIONADO: AFINAL O QUE É O MARKETING MULTINÍVEL?

No sistema de remuneração das vendas directas tradicionais o distribuidor regra geral só ganha pelas suas vendas pessoais, podendo eventualmente ganhar uns prémios no recrutamento de novos vendedores.

Já no Marketing Multinível a remuneração do distribuidor além de estar relacionada com as suas vendas pessoais, ganha também comissões sobre as vendas dos distribuidores por si recrutados e assim sucessivamente.

No Marketing Multinível os rendimentos são ilimitados.

No Marketing Multinível se tiver uma boa rede os seus rendimentos residuais poderão aumentar de uma forma quase ilimitada

Formando assim uma linha descendente que lhe dará rendimentos até a um determinado nível.

Se tiver uma boa rede de vendedores poderá aumentar os seus rendimentos residuais de uma forma quase ilimitada.

O Marketing Multinível é um sistema Legal que está sujeito às normas e legislação nomeadamente tributária do comércio, o que não invalida que existam boas e más empresas como em qualquer negócio seja de rede ou mais tradicional.

Os 4 Pontos Fundamentais para quem Pretende Investir Numa Empresa de Marketing Multinível

– A EMPRESA
Se a empresa tem um bom histórico, profissionais competentes que tenham feito um bom planeamento tendo em linha de conta a situação do mercado.

– O FORMATO DA REDE
Importante saber como é a rede, se extensa ou limitada, a variação nas comissões estipuladas e como elas vão ser distribuídas pelos afiliados.

Terá de ser um formato de rede bem definido, para que mais tarde não tenha de recorrer a reajustes.

É natural haver diferenças, existe em qualquer tipo de negócio mas a minha opinião vai para um sistema de comissões bem delimitado.

– O PRODUTO
O Produto tem obrigatoriamente de ser bom, actrativo e acrescentar valor a quem o compra.

Tem essencialmente de ter utilidade, qualidade, uma boa relação preço/qualidade e o ideal será a empresa ter uma grande gama de produtos.

As que mais se destacam são as que têm um leque maior de produtos.

– LIDERANÇA
Só prosperam aquelas que têm uma liderança forte.

Há infelizmente muitas empresas que na ânsia de formar vendedores, esquecem-se do essencial que é o desenvolvimento de Líderes.

Por isso acontece muitas vezes, talvez mais de 50%, os recrutados desistem ao fim de 2 ou 3 meses.

Não são líderes nem tiveram o apoio para desenvolverem essa habilidade e quando chega a hora H, não conseguem recrutar novos parceiros, desanimam e desistem.

No Sentido de dar informações de valor vamos continuar a escrever artigos para quem acredita que o mundo da Internet e o Marketing Digital não só é o Futuro como também já é (e em força) o presente.

E já agora se quiseres aderir ao nosso GRUPO PRIVADO “CMD – Consultores de Marketing Digital”  no “Facebook” irás encontrar muitas dicas e informações sobre Marketing Digital e outros assunto relacionados com a internet.

Pede para Aderir aqui… Click Here

Até Breve

Maria de Lurdes e António Lima

Consultores de Marketing Digital

 

7 Passos Para Aumentar as Vendas do E-Commerce!

Sabias que com o Google Analytics podes aumentar as tuas vendas do E-commerce?

Se estás a gerir uma loja online devias estar a usar uma das ferramentas mais importantes senão mesmo a principal que é O GOOGLE ANALYTICS para aumentar as vendas na loja E-Commerce.

Desde a sua criação em 2005 que o Google Analytics fornece dados concretos para todos os tipos de sites seja qual for a área de actuação. Agora, para as lojas de vendas E-commerce pode dizer-se que é obrigatória a sua utilização.

Nas lojas online a importância da precisão de dados pode fazer expandir as vendas para níveis superiores. Mas o contrário também pode acontecer.

Se os dados, por desconhecimento forem mal interpretados, pode mesmo acabar com a tua loja.

Dados mal interpretados podem fazer a diferença entre converter um Lead ou deixá-lo fugir.

Para pequenas empresas ou loja de vendas E-commerce que estão a tentar crescer, qualquer venda é importante.

O Google Analytics é na verdade uma ferramenta poderosa na análise para o sucesso da tua loja de vendas E-commerce. Dá-te elementos que te ajudam no desenvolvimento de novas estratégias para apoio à melhoria dos resultados.

No entanto uma ferramenta só terá utilidade se souberes usá-la. O Google Analytics não é excepção.

Se não souberes como a usar correctamente poderás tirar ilações e por conseguinte grandes decisões baseadas em dados incorrectos o que poderá ser catastrófico.

Para que possas aproveitar o Google Analytics ao Máximo, conhece os 7 Passos que te irão ajudar a usares o Google Analytics no apoio ao aumento das vendas e no sucesso da tua loja E-commerce.

7 PASSOS PARA AUMENTAR AS TUAS VENDAS NA LOJA E-COMMERCE ATRAVÉS DO GOOGLE ANALYTICS

1 – OPTIMIZAÇÃO DE CONTEÚDO

Optimização de conteúdo é o que diferencia empresas bem sucedidas de empresas fracassadas.

Na verdade os Negócios de sucesso são geralmente aqueles que dão valor aos seus clientes.

Mas para isso é necessário saber “o que é que os clientes querem”.

Um do muitos relatórios do Google Analytics é o “Termo de Pesquisa” que te permite analisar o que os visitantes estão a procurar no teu site.

Sem que tenhas necessidade de questionários ou longos diálogos, ele mostra-te exactamente as palavras, produtos e conteúdos que os teus visitantes querem ver.

Se tens o google analytics e ainda não exploraste este relatório, não estás a aproveitar dados extremamente importantes e valiosos.

São aqueles dados que podem fazer disparar os teus rankings nos motores de busca.

Uma Plataforma E-commerce por si só não fornece toda a informação mas com o google analytics tu podes ir muito mais além, mais longe do que imaginas.

Este relatório “termo de pesquisa” ajuda-nos a perceber o que está a faltar no nosso site ou na nossa loja E-commerce sobre a perspectiva do visitante.

Não nos podemos esquecer que no actual cenário digital, o visitante de uma loja online é normalmente bastante específico na sua procura.

Desta forma vais ficar a conhecer as palavras chaves exactas que os teus visitantes estão a procurar e assim poderás criar conteúdo que vá exactamente ao encontro deles.

2 – FLUXO DE COMPORTAMENTO DE UM VISITANTE DO TEU SITE.

Qualquer cliente da tua loja, tem o seu processo passo a passo até se decidir a comprar.

É claro que dependendo do negócio os passos até à decisão de compra podem variar.

Não conhecendo o teu negócio, torna-se impossível dizer-te qual o processo a seguir.

Mas há uma parte do caminho e os pontos de dificuldade que encontram que é comum.

Assim, é prioritário seguir um guia com uma estrutura que te irá manter consciente dos pontos de dificuldade em causa e assim arranjar formas de os resolver.

O melhor serviço que podes prestar a um cliente é o serviço personalizado porque desta forma os teus Leads sentem que tu estás ao lado deles em cada passo do caminho.

Mas afinal estamos a falar de Google Analytics e que é feito dele? Onde é que ele entra nesta situação?
Calma!

A plataforma do Google Analytics vai-te ajudar a descobrir o ponto exacto onde os teus clientes deixaram o teu site.

No espaço para os relatórios, clicas em “Comportamento/Fluxo de comportamento!”.

Neste relatório vais poder ver o percurso do eventual cliente dentro do teu Blog ou Landing Page, o momento e em que fase decide sair.

Neste relatório podes fazer filtros por Origem/Meio para determinares o percurso de compra com base no canal.

Basta navegar até ao “Fluxo de Comportamento” e aí alteras o menu na 1ª coluna ajustando os resultados que aparecem.

Analisas então a coluna de “Páginas Iniciais” e “1ª Interação” para saberes em que fase da pesquisa estavam quando decidiram sair.

Depois terás de analisar o relatório focando-te nos pontos de dificuldade que serão aqueles onde existe maior numero de abandono.

Desta forma, mudando o necessário as vezes que for necessário, vais melhorar a interacção com os eventuais clientes e desta forma aumentar as conversões.

O Google Analitycs permite perceber aquilo que os teus clientes procuram na tua Loja Online .

O Google Analitycs permite perceber aquilo que os teus clientes procuram na tua Loja Online .

3 – PERCEBER OS INTERESSES DOS TEUS CLIENTES.

Os motivos para as visitas à tua plataforma diferem de cliente para cliente.

O Google Analytics fornece em detalhe os interesses dos teus clientes ou visitantes no seu Relatório “Categorias de Afinidade” (Interesses/Categorias de Afinidade)

Desta forma, vais ficar a saber o que cada cliente quer e naquilo que está interessado.

Fixe não?

Vais ter na mão a chave para fazer a venda, porque os dados que vais encontrar neste relatório vão facilitar-te o processo de alinhar a tua marca com o que realmente interessa à tua audiência ou aos teus clientes.

Como?

Usando esses interesses e criando conteúdo em consonância, personalizando o marketing com base nos interesses deles.

4 – ENTENDER A MENTE DOS VISITANTES DO TEU SITE.

Isso implica perceber como a mente dos teus visitantes funciona ou por outras palavras para que não fiques a pensar que tens de ter poderes sobrenaturais, (Lol) tens de perceber quantas interacções com a tua marca tem o teu cliente tipo, até se decidir pela compra.

Uma medição do tempo de conversão dos Leads.

O Google Analytics tem um Relatório que te dá acesso a essa visão – sem teres de ser Clarividente!

Este relatório que se chama “Tamanho do Caminho”, (Conversões/Funis Multi canal/Tamanho do Caminho) mostra-te exactamente quantas interacções são necessárias antes da compra.

Podes também ver o valor da conversão de cada caminho percorrido.

A importância deste relatório ajuda também a analisar a forma como estão a decorrer as campanhas e a necessidade de se fazeres alterações (ou não) nas mesmas.

Vai ser necessário intensificar esforços e muita paciência, (algo que certamente já estás habituado) levando os teus leads pelo “Caminho” até à conversão.

5 – USAR AS ANOTAÇÕES DO GOOGLE ANALYTICS PARA FAZER CORRESPONDÊNCIA COM O MUNDO REAL!

Manter um site de Vendas E-commerce é uma tarefa que requer algum trabalho, mas conseguir acompanhar o que está a funcionar ou não pode ser ainda o mais complicado!

O que vale é o Google Analytics, que te vai permitir que te mantenhas organizado e Informado através das tuas anotações.

Certamente, se tens um site E-commerce já te viste nestas situações:

“Uau, olha para o pico de tráfego em 15 de janeiro! É o dia em que anunciamos o novo produto?”

“As conversões foram realmente no fim de semana de 22 a 23 de fevereiro.

Talvez tenha sido quando estávamos fazendo a manutenção do nosso site. ”

Tem a vêr com o perigo do agora!

Quando algo está a acontecer, a cronologia é clara: está a acontecer agora.

Mas o “Agora” desaparece constantemente com os dias, semanas e meses que passam, muito inofensivamente para a maioria das pessoas.

Para analistas da Web, no entanto, esse tipo de esquecimento pode ser fatal.

Como podemos começar a medir o impacto de qualquer circunstância no comportamento do site (ou aplicativo móvel) se não conseguimos lembrar quando isso aconteceu?

Este princípio fundamental da análise da Web é frequentemente ignorado.

Não podemos culpar o Google Analytics. O Google Analytics facilita a anotação de relatórios por data.

Deves anotar qualquer ocorrência que possa influenciar positiva ou negativamente a atividade no teu website, como:

.campanhas de marketing
. mudanças no design e no conteúdo do website
. interrupções do site
. desenvolvimentos da indústria
. actividade concorrente
. noticias gerais
. clima
. qualquer outro factor específico de tempo que possa afectar o comportamento do site.

Depois de criar uma anotação, um pequeno ícone de legenda aparecerá abaixo da data correspondente.

Podes clicar nesse ícone (ou na pequena guia de seta) para exibir essa anotação, bem como quaisquer outras para o período de tempo seleccionado.

Em qualquer altura podes listar todas as anotações, clicando em Anotações no painel do administrador.

Fácil, prático e seguro!
É só carregar num botão.

6 – AS TUAS “PÁGINAS DE DESTINO” (Landing Pages).

As tuas “PÁGINAS DE DESTINO” (Landing Pages) podem facilmente dizer-te qual a intensidade da interacção dos teus Leads com o teu site, através do relatório “PÁGINAS DE DESTINO” do Google Analytics.
(Aquisição/Redes Sociais/Páginas de Destino)

O Relatório “PÁGINAS DE DESTINO” dá-te uma visão estatística do tempo de atenção dos teus visitantes.

Tem a possibilidade de ver a TAXA DE DURAÇÃO e TAXA DE REJEIÇÃO de cada página e vais concluir quais as páginas que estão a ter uma interacção mais qualificada e aquelas que não estão a fornecer valor aos visitantes.

Tens de ter em atenção que a TAXA DE REJEIÇÃO influencia negativamente o teu Ranking nos SERPs (Search Engine Results Page) que em português significa “Página de resultados do motor de busca”

Este relatório vai permitir melhorar as tuas “PÁGINAS DE DESTINO” aumentando a qualidade da interacção dos teus visitantes e por inerência o aumento dos Rankings.

7 – AVALIAÇÃO DE DADOS EM SITES DE VENDAS E-COMMERCE.

Tens a possibilidade de fazer a avaliação de dados focados em sites de vendas e-commerce

O Google Analytics está consciente de uma realidade actual:

– O E-COMMERCE é já uma das maiores indústrias no panorama actual do mundo digital.

Por isso mesmo possui um recurso especializado e focado nas necessidades de dados de qualquer site de vendas e-commerce.

Esse meio de apoio fornece-te um relatório completo de tudo o que precisas de saber para que possas desenvolver técnicas de marketing e estratégias de vendas eficientes com base nos teus produtos ou serviços.

Para chegar lá clicas em “E-commerce” na barra lateral do teu Google Analytics (Conversões/Comércio Electrónico) e vais ter de imediato acesso a diversos relatórios:

. Descrição Geral
. Desempenho do Produto
. Desempenho de Vendas
. Transacções
. Tempo até à Compra

Vais poder ter acesso aos hábitos de compras dos teus clientes, que produtos mais compram, qual a faixa de preços dispostos a pagar, etc.

Dá-te também a possibilidade de filtrar o desempenho por SKUs, se te for mais favorável.

Nota: SKU (Stock Keeping Unit) Termo inglês que traduzido é “Unidade de Manutenção de Stock”.
Está ligado à logística do armazém e designa os diferentes itens em stock.

O Google Analytics tem potencialidades que nunca acabam até porque, de tempo a tempo, aparecem novos relatórios e actualização de existentes.

Por outro lado estes 7 passos são apenas e só dicas daqueles relatórios que segundo o meu ponto de vista e a minha experiência são os que mais podem influenciar o Marketing Digital nomeadamente nas vendas do e-commerce.

Deves aprofundar e testar todos estes relatórios e outros que não falei mas que têm também a sua importância.

Desde que descobri esta ferramenta fiquei fascinado pelos diversos recursos que nos proporciona.

Para além de ser gratuita fornece-nos dados fundamentais que “obrigam” o teu site de vendas e-commerce a apresentar resultados.

Falámos de conteúdo, algo que sempre me fascinou por ser um gerador de influência, uma das formas mais eficazes e eticamente correctas de fazer marketing. O Marketing de atracção.

Vale a pena trabalhar no duro para optimizar conteúdo porque o resultado será naturalmente uma evolução na tua audiência, nos Leads e nas vendas.

Convém entender bem as movimentações dos teus clientes dentro do site, porque só assim poderás acabar com os pontos de entrave, facilitando o percurso até à compra.

Convém também perceber que cada cliente é único e que por isso mesmo possui as suas necessidades e desejos logo o teu produto pode ser muito bom mas nunca vai interessar a todo o público.

ANOTAR é uma ação que tem de se tornar num hábito.

Actualizar o Google Analytics com quaisquer modificações é fundamental para que possas analisar o que está a funcionar ou não.

Faz por isso uma análise das Páginas de Destino (Landing Pages).

Elas ajudam-te a compreender como os teus visitantes se relacionam com o teu site.

Descobre o tempo médio de página para saberes qual o tamanho ideal do conteúdo do teu site que melhor satisfaça os desejos da tua audiência e a mantenha mais tempo dentro do site.

Por fim não te esqueças do valor enorme dos dados fornecidos por esta ferramenta, nomeadamente a sites de vendas e-commerce.

Aproveita ao máximo, mergulha mesmo de cabeça na optimização da tua loja, analisando as tendências de produto para melhorares e aumentares as tua vendas online.

Não te esqueças que o Google Analytics é provido de relatórios, seja para melhorar processos de marketing ou de vendas.

Estão prontamente disponíveis para te fornecer os dados que necessitas.

Depende de ti usufruir desses relatórios porque senão serão apenas números sem qualquer valor.

Acredita que o Marketing Digital e o mundo da Internet não só é o Futuro como também já é (e em força) o presente.

Aconselho-te a aderir ao nosso Grupo Fechado “CMD – Consultores de Marketing Digital”.

Ao fazê-lo para além das diversas vantagens ao nível informativo e não só, irás ter acesso a uma oferta bastante interessante!

Para aderires ao grupo clica no link abaixo.
https://www.facebook.com/groups/Consultoresdigmarketing/

Até Breve

Milú e António

Consultores de Marketing Digital

Plataformas WordPress e o Marketing Digital!

As Plataformas WordPress são óptimas para o Marketing Digital. Porquê?

Bem, antes de mais devo-te dizer que se tens um Site ou um Blog, é muito provável ser WordPress. E digo-te isto porque se trata da plataforma mais popular do Mundo.

São 75 milhões os Sites em todo o mundo que funcionam no WordPresse e 2 ,5 Biliões de posts publicados desde o lançamento em 2003. 60% do compartilhamento de conteúdo gerado é em WordPress.

Se falar-mos em tráfego os números são também impressionantes.

Os sites WordPress recebem uma média de 23 Biliões de visualizações de página por mês.

Um Blog WordPress é a ferramenta essencial no Marketing Digital!

Um Blog WordPress é a ferramenta essencial no Marketing Digital!

Isto por si só torna-o numa ferramenta de Marketing Digital extremamente poderosa, para quem sabe usá-la, claro!

ARTIGO RELACIONADO: COMO CRIAR AUDIÊNCIA NA INTERNET!

Mas não é só por isto.

Há muitos mais motivos para considerar estas plataformas “de eleição” para o Marketing Digital:

– Em 5 minutos podes criar um site de Design Personalizavel, Optimizado para SEO, Completamente Responsivo, Elevada Segurança, com Gestão Poderosa de Multimédia e tudo isto sem precisares de muito conhecimento técnico.

– 54.787 é o número de plugins disponíveis hoje, (amanhã já pode haver mais) que podes utilizar para optimizar o teu site de todas as maneiras inimagináveis. Uns mais que outros mas a maioria com grande utilidade.

A Partir do painel do WordPress podes controlar toda a estratégia de marketing usando os plugins criados para esse fim e, descansa que não precisas de ser programador!

Na verdade nestas plataformas podes administrar o teu calendário, criar posts, impulsionar o motor de busca e mais uma infinidade de funções que te vão ajudar imenso no Marketing online.

Podes ver e analisar as óptimas condições do Blogue que usámos na nossa comunidade da TRIBO.

Vem pronto a ser utilizado, já inclui uma grande quantidade de Plugins e…só vendo. É claro que é WordPress.

Com Um Blog WordPress a Tua Mensagem Chega Mais Longe!

Com Um Blog WordPress a Tua Mensagem Chega Mais Longe!

Sabias que…

Deves usar Temas do WordPress responsivos para dispositivos móveis!

E porquê ? Perguntas tu!

Bom, com a mais recente actualização do algoritmo o Google, cada vez dificulta mais a vida a qualquer site ou Blog que não seja compatível com produtos móveis.

Não é à toa e está relacionado com o facto de cada vez mais usuários acederem à Web por meio de dispositivos móveis.

Ao Criares o teu website para ser compatível com smartphones e tablets estás a garantir um bom desempenho das páginas em todos os dispositivos.

ARTIGO RELACIONADO: O MUNDO DAS LOJAS ONLINE!

A WordPress obviamente que está a acompanhar esta evolução e uma grande maioria dos templates dos seus temas já vêm com estas características o que não invalida que ao escolher o tema para o teu site tenhas o cuidado de confirmar se estão ou não completamente optimizados para a tua tablet ou para o teu Smartphone (e para o algoritmo do Google).

Se tiveres essa oportunidade faz uma experiência.

Compara a evolução do tráfego via dispositivos móveis no teu site depois de teres instalado um template optimizado.

Pode acontecer teres uma agradável surpresa.

A análise detalhada do trâfego podes e deves fazer através do “Google Analytics” um Plugin WordPress gratuíto que te dá os valores do trâfego nos diversos dispositivos:

Desktop

Tablet

Mobile.

Fica atento aos sinais de mudança. Se os números subirem consideravelmente depois da implementação do template optimizado, é óptimo. Está a dar resultados positivos.

Se os números não mudarem muito (e estiveres preocupado com falta de tráfego), o problema estará noutro lugar.

No Sentido de dar informações de valor vamos continuar a escrever artigos para quem acredita que o mundo da Internet e o Marketing Digital não só é o Futuro como também já é (e em força) o presente.

E já agora se quiseres aderir ao nosso GRUPO PRIVADO “CMD – Consultores de Marketing Digital”  no “Facebook” irás encontrar muitas dicas e informações sobre Marketing Digital e outros assunto relacionados com a internet.

Pede para Aderir aqui… Click Here

Até Breve

Maria de Lurdes e António Lima

Consultores de Marketing Digital

Afinal o Que é o Marketing Multinível?

O que é o Marketing Multinivel ou Marketing de Rede, e qual a sua finalidade?

Andam para aí tantas dúvidas sobre o que é o Marketing Multinível ou de Rede que vou tentar desmistificar e em simultâneo esclarecer o que é e que benefícios nos trás afinal este sistema de vendas directas!

O Marketing Multinivel é um modelo comercial que nasceu nos EUA, e apesar de ainda fazer confusão a muita gente nasceu em 1941, quando Carl Rehnborg resolveu criar pela primeira vez um plano de comissões para diferentes níveis na sua empresa.

O Marketing Multinível ou de Rede é oriundo da ideia de vendas directas.

O Marketing Multinível ou de Rede é oriundo da ideia de vendas directas.

Foi também neste primeiro período que durou até 1979, que algumas pessoas e empresas aproveitando-se do desenvolvimento deste novo sistema de vendas, criaram e desenvolveram sistemas parecidos mas que não eram mais do que esquemas de pirâmide.

Vamos abordar as diferenças entre um sistema de MMN (marketing multi nivel) e a chamada pirâmide, mas para ajudar nesse entendimento convém salientar que :

O Marketing Multinível ou de Rede é oriundo da ideia de vendas directas.

É um canal de venda, normalmente usado por uma empresa fabricante, importador ou distribuidor de produtos ou serviços que por uma questão de estratégia de mercado entendem que o Marketing Multinível terá mais vantagens financeiras, administrativas e logísticas, reflectindo-se no maior sucesso dos produtos vendidos.

ARTIGO RELACIONADO: A Divulgação dos Negócios nas Redes Sociais!

A ideia de rede é que o produtor,importador ou distribuidor, crie a sua rede de distribuidores e em simultâneo dê suporte, treino e assessoria, para que estes revendedores procurem também novos clientes que por sua vez poderão também tornar-se revendedores.

O revendedor acaba por ganhar pela vendas que faz, pelos clientes que recruta e pelas vendas que esses clientes que se tornam revendedores efectuem.

O Lucro vem dos PRODUTOS VENDIDOS, do recrutamento de novos vendedores e das vendas desses vendedores recrutados por ele.

DOS PRODUTOS VENDIDOS e aqui é que está a grande diferença entre MMN e Pirâmides.

ARTIGO RELACIONADO: Na Internet… O Que Posso Vender?

Enquanto que no MMN o lucro vêm essencialmente dos produtos vendidos (70% ou mais) e uma parte menor pelo recrutamento o que torna o sistema perfeitamente sustentável.

Nos esquemas de Pirâmides não existem produtos a ser transacionados ou quando existem são fictícios e normalmente produtos sem valor para o cliente final.

O que interessa é recrutar a todo o custo, o que torna o sistema não sustentável a curto prazo.

Os maiores prejudicados são sempre os distribuidores que ficam na base da pirâmide porque a partir de determinada altura não conseguem recrutar novos distribuidores e o sistema cai como um baralho de cartas.

Na maior parte das vezes os esquemas de pirâmide aparecem mascarados de outros modelos comerciais autênticos e legais como o Marketing Multinível.

É preciso estar atento.

No Sentido de dar informações de valor vamos continuar a escrever artigos para quem acredita que o mundo da Internet e o Marketing Digital não só é o Futuro como também já é (e em força) o presente.

E já agora se quiseres aderir ao nosso GRUPO PRIVADO “CMD – Consultores de Marketing Digital”  no “Facebook” irás encontrar muitas dicas e informações sobre Marketing Digital e outros assunto relacionados com a internet.

Pede para Aderir aqui… Click Here

Até Breve

Maria de Lurdes e António Lima

Consultores de Marketing Digital

 

Como Criar Audiência Na Internet!

Sabes Qual é a Tua Audiência na Internet?

Sabes que o Sucesso do Teu Negócio na Internet Depende da Tua Audiência e da Comunicação com essa Audiência?

É óbvio que temos de conhecer a nossa Audiência na  Internet porque só assim poderemos criar estratégias de Marketing Digital para os nossos negócios.

É a nossa Audiência na Internet que vai qualificar os produtos e serviços dizendo-nos aquilo que desejam e que querem consumir.

Quando falamos em conhecer a nossa Audiência na Internet não estamos a pensar apenas no género e idade, mas essencialmente ficar a conhecer os seus desejos e saber como realizá-los.

Hoje vou falar apenas no E-mail Marketing e criação de listas de e-mails, tema importante na criação de uma Audiência na Internet ansiosa por comprar aquilo que tens para vender.

Mas o que se faz com uma lista de e-mails?

A Lista de e-mails é importante em diversas areas do Marketing Digital e no caso concreto do e-Comerce, para promover os teus artigos do Blog, que provocarão interacção com os teus clientes ajudando assim num aumento de vendas e também para conseguir novas conversões.

O software que utilizo para o email-marketing é o Auto-Responder AWEBER (https://www.aweber.com) e julgo ser um dos melhores.

No entanto existem outros como exemplo o MailChimp (https://mailchimp.com) também com muita qualidade e com uma vantagem de ser gratuito até 2.000 contactos.

É uma questão de analisar e avaliar estes e eventualmente outros e escolher o que melhor se adapte à tua loja virtual.

Aposta 100% na criação da tua lista e nunca caias na tentação de comprar listas de email.

Aparentemente tentador não passa de SPAM e só serve para deitar dinheiro fora e muito provavelmente sujar o teu nome e reputação no mercado.

Dicas sobre Técnicas de e-mail Marketing, fácil, prático para te ajudar a vender:

– Usar ofertas, descontos e promoções para que o teu cliente se inscreva na tua lista, vai fazer com que cries uma base de pessoas interessadas  e agradecidas.

– Fazer a diferença entre uma actuação com ética ou apenas um Spam normalmente indesejado.

– Fazer a integração entre as plataforma de e-mail marketing e de e-commerce, algo que se faz com alguma facilidade e simplifica muito as coisas.

– O envio do e-mail, para além de dar informação sobre ofertas deve também criar um contexto com pequenos textos do blog e com um link para a leitura total do post no blog.

– Abordar assuntos relacionados com os produtos de venda se for o caso, informações diversas que ajudem o cliente a ficar conectado, criando a necessidade do seu consumo.

– Colocar um video a explicar passo a passo a utilidade do produto é uma boa forma de ajudar o cliente a aumentar o interesse e o sentimento da necessidade de o consumir.

São formas agregadoras de dar valor às tuas campanhas.

Imagina o cliente abrir um e-mail e guardá-lo porque tem lá um link do seu interesse!

É garantido que este cliente está satisfeito e vai ficar com a tua loja virtual na sua memória durante muito tempo e até eventualmente para sempre.

Deves fazer uso de todas as métricas do teu auto-responder.

Acompanha vendo se estão dentro dos parâmetros desejáveis e se não estiverem vai ajustando até obteres os resultados desejados.

Faz então todo o sentido que para uma loja virtual as Redes Sociais, Listas de Emails e Blogs são os meios certos de comunicação para divulgar produtos e até anunciar as novidades.

Para qualquer loja os meios de comunicação devem estar em consonância com o ambiente onde ela está presente.

ARTIGO RELACIONADO: O MUNDO DAS LOJAS ONLINE!

Como falámos anteriormente mas nunca é demais relembrar para além da publicidade devem oferecer conteúdo rico em relevância e qualidade.

O Facebook continua a ser a maior rede social em usuários activos, logo é por excelência a rede social onde quem tem negócios online não pode deixar de estar.

 

A Propósito do Facebook, tenho uma oferta Completamente GRÁTIS para ti, clica na imagem.

Facebook Marketing Fácil Para Empreendedores Ocupados” Um curso completamente grátis que te vai ensinar a fazeres marketing no Facebook “ e assim conseguires mais Audiência na Internet.

 

Para isso terás de aprender a segmentar os teus anúncios sendo fundamental saberes com clareza qual o teu público alvo.

Só assim conseguirás saber para quem distribuir os teus anúncios na rede.

Os anúncios no Facebook tem por base uma ferramenta que se chama Facebook Ads, trabalha com CPC (custo por clique) e os preços em relação à concorrência são até bastante competitivos.

Precisas de ter uma página activa no Facebook que é normalmente uma Página de Fâs e a partir daí escolhes os anúncios, a segmentação e, importante, é acompanhar os resultados.

Nota: Deves começar com um investimento diário baixo e depois conforme a evolução vais escalando.

O Google AdWords ajuda no tráfego e na conversão.

 

Como vender pelo Google Adwords?

A Vantagem do Google Adwords é ajudar com o trafego e conversão. Ele coloca a tua empresa frente a frente no exacto momento em que o cliente está à procura do teu produto.

O custo só acontece quando alguém clica no teu anúncio, vê o teu video no youtube ou liga para a tua empresa.

Para que tudo funcione tens de fazer a tua parte.

Olhar com atenção para a segmentação dos teus anúncios, mapear a conversão é também essencial, assim como acompanhar com atenção os resultados e ir efectuando ajustes de modo a tornar a tua campanha fiel aos teus objectivos.

Investir em remarketing vai ajudar a aumentar a taxa de conversão.

O remarketing vai insistir junto daqueles que visitaram a tua loja, muitas vezes até colocaram produtos no carrinho mas não deram o ultimo passo não efectuando o pagamento.

É essencial estar conectado com o Instagram pois é a rede que mais tem crescido e vai ser uma ajuda na criação de Audiência na Internet

É essencial estar conectado com o Instagram pois é a rede que mais tem crescido e vai ser uma ajuda na criação de Audiência na Internet.

No Instagram também se pode vender e cada vez mais visto ser a rede que mais tem crescido.

É uma rede com características muito próprias, onde os clientes, grande parte das vezes, vão para se distrairem e relaxarem a vista com a beleza das imagens, característica essencial desta rede.

Deves conectar o teu Facebook ao Instagram porque vai-te ajudar a informar os teus seguidores e eventuais clientes que agora também te podem seguir através do Instagram porque a tua loja on-line também está nesta rede.

Importante é nunca te esqueceres que as redes são primeiramente sociais, e se tu estás lá com a tua marca, não deves nunca deixar de socializar.

Responde aos comentários e às mensagens directas da forma mais rápida e pessoal possível, mostrando ao cliente que a tua intenção está para lá da simples venda.

Queres criar um relacionamento e que estás focado no sentido de fazer desse relacionamento uma salutar experiência.

Espero que este artigo te tenha dado informações no sentido de conseguires mais audiência na internet para que possas aumentar a venda dos teus produtos ou serviços.

E já agora se quiseres aderir ao nosso GRUPO PRIVADO no “Facebook” irás encontrar muitas dicas e informações sobre Marketing Digital e outros assunto relacionados com a internet.

Pede para Aderir aqui… Click Here

Até Breve

Maria de Lurdes e António Lima

Consultores de Marketing Digital

Na Internet… O Que Posso Vender?

São muitas as opções de Venda na Internet, porque de facto é fácil, simples e barato ter uma Loja Online.

Por isso o mais importante mesmo ao abrir uma loja é estar bem focado naquilo que se pretende e isso serve tanto para as lojas na Internet como para as lojas físicas.

Convém estudar e analisar o que está a ser mais procurado no mercado porque o que se pretende é vender aquilo que as pessoas mais procuram.

Mas será que há maneira de se saber quais os produtos mais vendidos na Internet?

Bom, apesar dos Portugueses e também das empresas portuguesas ainda não estarem a tirar o devido proveito da Era Digital e segundo dados da ACEPI-Associação da Economia Digital, em 2014 a facturação do comércio electrónico em Portugal foi de 2,9 mil milhões de euros para um Universo de 2,7 milhões de Portugueses a comprar na Internet.

Ainda segundo as previsões da ACEPI em 2020 o volume de negócios online atingirá 5,4 mil milhões para um numero de compradores online que deverá rondar os 4,5 milhões.

ARTIGO RELACIONADO: Os Negócios e o Marketing Digital!

Estou só a falar de números em Portugal quando na realidade a possibilidade de vender para qualquer país da Europa é uma realidade.

Mas indo directamente à questão do que se poder vender na Internet, eu diria que devido à grande facilidade e simplicidade de ter um negócio na Internet são inúmeros o tipo de produtos e serviços a serem vendidos.

Vestuário e artigos de desporto, viagens e alojamento, artigos para o lar e brinquedos, são segundo dados do Eurostat o que mais se vende mas há toda uma infinidade de produtos e serviços a serem transacionados através de meios digitais.

Alimentação e bebidas, serviços relacionados com a saúde, Automóveis, artigos de beleza, medicamentos não sujeitos a receitas médicas, mobiliário, livros, cds musicais, videojogos etc, etc.

Se queres vender algo pela Internet, é bom que faças uma busca simples antes de começar a vender.

Coloca-te como cliente e vê como o teu produto está posicionado no mercado.

Nunca esquecer em definir o nicho onde queres actuar e ver como esse nicho se comporta no mercado é também muito importante.

Espero que este artigo te tenha dado informações no sentido de encontrares o produto certo para venderes na Internet.

E já agora se quiseres aderir ao nosso GRUPO PRIVADO no “Facebook” irás encontrar muitas dicas e informações sobre Marketing Digital.

Pede para Aderir aqui… Click Here

Até Breve

Maria de Lurdes e António Lima

Consultores de Marketing Digital